segunda-feira, 9 de julho de 2012

Flagelos da sociedade I

Gajas que têm o passe na carteira (e quando digo carteira, é carteira mesmo, não é carteira as in mala...), que tentam desesperadamente passar nos torniquetes do metro e que nos fazem perder tempo à espera que as constantes batidas na máquina façam com que a dita consiga ler o passe através de quilos e quilos de porcaria que têm lá dentro: TIREM A PORCARIA DO PASSE DA CARTEIRA E PASSEM-NOS COMO AS PESSOAS NORMAIS. É tão simples.

Acho que hoje senti um cabelo meu a ficar branco enquanto uma destas estava à minha frente.
Juro.
Fonte: google

2 comentários:

Suz disse...

Um palavra para essa gente: vómito.

Child of The 90's disse...

Pode ficar na carteira, o meu está lá e a minha carteira é das mais carregadas de todo o tipo de m**** que eu conheço... O sistema é magnético e o passe não tem de ter qualquer contacto sequer com a máquina... MAIS: nem a carteira tem de lá tocar! Agora, é preciso é não ficar ali a esfregá-lo contra o sensor... É só aproximar, ficar quietinho, e PLIM! Milagre!!! A cancela abre!!!! Wooo-hoooo!!! Agora esfrega p'rá direita, esfrega p'rá esquerda, esfrega de costas, esfrega de frente, isso já torna o processo mais complicado!