domingo, 30 de dezembro de 2012

Bom 2013



2012 em imagens (II)

O bolo dos meus 31 anos, feito pela Bubbles

Évora

Viagem em janeiro a vários locais (Castelo de Almourol)

Coimbra

O meu sobrinho no Carnaval vestido à Napoleão





2012 em imagens (I)




Panuci e Panino em Londres, na fila para Westminster

Londres - maio



Resumido, foi isto. Desde o início de Janeiro que começou a saga da gravidez e o ano todo girou em torno disso. E agora gira tudo em torno do Panino, este bochechudo lindo!
Foi um bom ano que passou a mil à hora.


domingo, 23 de dezembro de 2012

Panino

Passo a explicar: o meu sobrinho em vez de pequenino, diz "panino" e eu não consegui resistir e parar de o chamar ao meu bebé. É um diminutivo muito fofo que já pegou cá por casa :) 

Boas festas


Um bom Natal da Panuci e do seu bebé Panino

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

É a ló-cu-ra (parte dois)

Para já, há no Alive duas bandas que queria muuuuuuuuuuuito ver, há algum tempo, especialmente estes meninos:


E depois há estes:


Esperam-se agora mais bandas catitas para completar estes belos ramalhetes.

É a ló-cu-ra

Pronto, está tudo engalfinhado para o ano.... Vou ter que fazer o sacrifício de ir ao Alive e ao Super Bock Super Rock... Vou por o ouro todo no prego e arranjar um part-time aos fins de semana para suportar a esta loucura :P
Hoje anunciaram os Arctic Monkeys para o SBSR. Podiam ajudar um gajo e enfiar tudo bonito e direitinho no Alive, mas nãaaaaaaaaaaaaaaaao... Como não os consegui ver o ano passado (ou há dois anos, não me lembro), TENHO que os ver agora, isso é garantido. Não me agrada a ideia de ir para o Meco, naquelas condições medonhas, mas pelas bandas que gostamos, há que fazer estes pequenos sacrifícios :)

domingo, 16 de dezembro de 2012

Fúria

Longe vão os tempos em que os fãs de Bon Jovi podiam ir para a porta dos estádios ou pavilhões, guardar o lugar para serem os primeiros da fila, ali na grade, para levar com as gotas de suor do Jon, que envelhece como o vinho do Porto, com um pocachinho de botox à mistura, mas que ainda assim, se apresenta bem catita. Hoje em dia, se eu for mesmo muito fã, mas for pobre ou ainda, não ter paciência para encher o cú a gulosos, tenho que me contentar com um bilhete que custa €59, em que o lugar mais perto é já a um terço do parque da Bela Vista ou então de lado, nas colinas, sendo que no final do concerto mais parece que tivemos em cima de uns sapatos de salto alto durante umas horas, tal é a inclinação. Mas faz-se o sacrifício pela banda... Pena que a banda não permita a estes fãs que tenham a oportunidade de os ver bem pertinho, como era antigamente. A não ser que tenham €295 (!!!) ou, um bocadinho mais em conta, €199. 
Gosto muito deles e são uma banda intemporal para mim, mas faz-me muita confusão este tipo de elitismo.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Amor de irmãos

Vi no Cocó na fralda e não resisti em partilhar:



Tenho dois irmãos mais novos e aposto que faria o mesmo se tivesse a idade deste miúdo espectacular!


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Vem ginasticar, ginasticaaaaar

Estou de volta à vida activa. Ontem comecei a ginástica pós-parto e devo dizer que me senti mesmo bem. Soube bem sair de casa, caminhar pelas ruas de Lisboa (apesar do frrrrrio) e fazer uma coisa diferente, dois meses depois do pequeno nascer. Fui muito bem recebida pelas pessoas do Centro Pré e Pós-Parto (como seria de esperar...) e eu também gostei muito de voltar, apesar de andar há duas semanas a engonhar e a evitar tirar o rabo do sofá. Com frio lá fora e um bebé fofo e quentinho cá dentro, a vontade de ir era zerinhos (à esquerda). 
O primeiro choque foi mesmo quando me voltei a ver no espelho gigante da sala onde também fiz a ginástica pré-parto. Estava habituada a ver-me mais, digamos que, inchada. Estive uns bons segundos a olhar para mim, boquiaberta, para logo a seguir pensar "Falta tirar esta barriga....". E lá começámos a bombar, sempre a aviar, sem dó nem piedade. Adorei o ritmo e os exercícios. Segundas, quartas e sextas, lá estarei. Vamos ver daqui a um mês a evolução.


terça-feira, 20 de novembro de 2012

YES SIR!


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O que eu vi

Muito por acaso, assisti desde o início à manifestação em frente à assembleia pela televisão. O que assisti foi a uma polícia impávida à investida de meia dúzia de energúmenos que basicamente destruíram o passeio em frente à escadaria, arremessando as pedras da calçada aos polícias que estavam ao longo da mesma. Pedras da calçada, garrafas de vidro, lixo e até um sinal vertical de trânsito, foram arremessados para os agentes, a que eles continuavam a resistir. Isto aconteceu durante uma hora e meia. Nesse período, foram muitos os manifestantes que tentaram fazer com que não se recorresse à violência, fazendo eles próprios uma barreira entre os polícias e os instigadores, sem sucesso algum. Após alguns alertas da polícia, que se não terminassem a violência e disperssassem teriam que efectuar carga, serem ignorados, a polícia teve que intervir. Foram imagens impressionantes as que se seguiram. Os polícias, levaram tudo à frente, cegos que estavam do massacre a que tinha sido sujeitos, numa atitude de perfeito descontrolo.
Sou a favor das manifestações e da greve, temos que lutar pelos nossos direitos e fazer ouvir a nossa voz e sou absolutamente contra a violência, seja ela de que forma for. Os polícias, antes de o serem, são humanos, por muito difícil que isso possa parecer. Ninguém tem desculpa nestes acontecimentos de ontem e apesar da carga policial ter sido feita às cegas, onde pessoas sem culpa, levaram o que os das pedradas deviam ter levado, não posso deixar de assinalar o profissionalismo e a calma daqueles homens que estiveram a ser atacados violentamente durante hora e meia. Meia dúzia de arruaceiros que deviam ter sido apanhados, mas foram concerteza os primeiros a fugir.

Como diz o Henri Cartoon, num mundo ideal...





terça-feira, 13 de novembro de 2012

Coisas inúteis


Pézinhos anti-derrapantes no babygrow do meu puto, que tem um mês e meio. Não vá ele desatar a correr por aí fora e escorregue. Nunca fiando...

Kill me now

Ora bem, ao ver a Casa dos Segredos, aprendi que:

"Agrofobia" é quem tem a mania da perfeição;
O losanGULO tem 5 lados;
A árvore que dá a azeitona é a azeitoneira;
Camões escreveu "Os Maias";
A Troika é composta por 3 homens pequenos (???);
A nome póprio do Cavaco Silva é Jorge.

E por aí.

O mais estúpido no meio disto tudo? Continuo a ver o programa LOL 
Agora não há volta a dar...

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Dá-le!



Botas e mais botas

Quando nos perguntam "Se ganhasses o éro milhoes, o que fazias?", o que respondia era:

Torrar os milhões em botas..... -.-


Mais umas que custam um dinheirão: €189
E claro que me apaixonei por elas...

Humpf...

(é o que dá estar em casa de licença de maternidade e não ter muito que fazer...)



terça-feira, 6 de novembro de 2012

No meu tempo...

Quando não havia internet, nós, as pessoas que viviam e respiravam para a música, tínhamos que nos orientar da melhor maneira possível para saber novidades e para obter os tão desejados posters ou as tão desejadas fotos (para colar em dossiers, cadernos, paredes e roupeiros) dos nossos ídolos. Resumia-se ao jornal Blitz, à revista Bravo, que era vendida ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE em alemão!!!) e à MTV (que só havia por satélite). Ou seja, obter informações era uma tarefa complicada para umas jovens como nós (falo de mim e da Child of the 90's), mas nunca impossível!
Quanto ao Blitz, havia nas bancas, portanto o acesso era bastante simples e prático. Os conteúdos eram maravilhosos da 1ª à última página e era com este jornal (sim, na altura era um jornal e não uma revista como é actualmente) que seguíamos semanalmente toda a cena musical nacional e internacional. A Bravo, tinha muitos posters, entrevistas e artigos muito fixes,  tendo "apenas" o handicap de ser tudo em alemão, o que significava horas de tradução das coisas que realmente nos interessavam. Era andar com o mini dicionário de português/alemão e ter muita dedicação às nossas bandas favoritas (a paciência senhores.... a paciência...). Tirando estas duas publicações, que já nos enchiam as medidas, tínhamos de vez em quando a muy cara Kerrang, que nos presenteava com notícias bem jeitosas. 
Em relação à MTV só a Child of the 90's é que possuía esse tão desejado canal, que na altura era verdadeiramente um canal sobre (pasme-se): música! Assim na loucura... Dava fins-de-semana dedicados a um só artista e/ou banda (que chegámos a gravar para ver e rever vezes sem conta), tinha entrevistas e reportagens espectaculares, era tudo o que um canal de música deveria ser, valha-me Deus.
Piratear música? Só mesmo de cd para cassete, o que significava que tínhamos mesmo de comprar os cds (que doideira!) na grande maioria das vezes. Nós as duas tínhamos a sorte de ter uma loja de música na Graça, a famosa Papasom, que tinha sempre tudo, ainda quentinho, acabadinho de sair. Quando queríamos raridades, rumávamos à Carbono, na Almirante Reis.
Eram definitivamente tempos bastante diferentes, em que não tínhamos tudo de mão beijada e tínhamos que andar a correr atrás das notícias e dos posters dos nossos amados ídolos! Ao encontrá-los, tinha tudo um outro sabor. Digo eu, que agora para se saber alguma coisa, basta vir à net e pronto. Fruto da evolução eu sei, mas não deixo de ter saudades de andar à procura de um CD ou de uma revista por esta Lisboa fora! Acontecia magia!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ser mãe é...

...fazer tudo só com uma mão;
...ter intermináveis dores no ombro esquerdo;
...ter o pulso esquerdo todo dorido;
...praticar os músculos da perna direita para embalar o pequeno no berço com rodas;
...descobrir que são 17h da tarde e ainda estar de pijama sem dar conta;
...dizer coisas sem nexo nenhum ao pequeno, só porque ele quer "conversar";
...depois de perceber que às 17h da tarde se está de pijama, lembrar-se que já podia almoçar qualquer coisinha;
...passar a ferro às mijinhas, enquanto o pequeno berra porque largou a chucha (isto de 2 em 2 minutos).

E por aí. E fazer tudo com um sorriso nos lábios!

Fonte: Google



O Halloween chegou mais cedo ao meu prédio

O sítio onde vivo é muito calminho. Não há muito trânsito na minha rua, não se ouvem os autocarros, nem mesmo os miúdos da escola de hotelaria que aqui há fazem grande barulho. O barulho mais chato que ouvimos quando temos as janelas abertas, são os gritinhos dos miúdos no parque infantil. Não se pode dizer que seja um barulho infernal. É tudo muito pacífico por aqui. No meu prédio, igualmente. Os vizinhos são todos calmos, nunca ouvimos nada a não ser a malta a subir as escadas. Contudo, ontem, os meus vizinhos do lado deram um verdadeiro espectáculo, triste de se ouvir. Até me custa um pouco colocar em palavras o que ouvimos ontem à noite, incrédulos. Começou com uma porta a bater com toda a violência, que até pensámos que seria no andar de baixo, uma corrente de ar talvez. Logo de seguida ouvimos uma gritaria e logo percebemos que era a mãe a gritar com uma das filhas "Mas quem és tu para me falares assim?? Não falas assim comigo!!!!". A "senhora" gritou em plenos pulmões durante uns 5 longos minutos. Do lado de cá, ouvíamos as duas miúdas a chorar. Nesta fase, com o meu bebé ao colo, só me apetecia chorar de nervos e apertá-lo com toda a força, como se lhe dissesse "Nunca terás que enfrentar uma coisa como aquelas". Era mesmo um cenário negro, estava mesmo aflita pelas crianças. Até que o inimaginável aconteceu: ouvimos uma das miúdas a gritar "Pára mãe, pára!!!!!!!!" e a mulher a continuar aos gritos e de seguida alguma coisa a partir-se no chão. Uma das miúdas, ouço-a no quarto a soluçar (tudo bem que são prédios antigos, mas ouvir uma criança a soluçar compulsivamente do outro lado da parede, é qualquer coisa...) e a outra ouvi-a a correr a chorar em alto e bom som lá para dentro, calculo que para a casa de banho ou cozinha. E assim como começou, acabou. Passado uma hora, o pai chega a casa, mas não aconteceu nada. Calculo que ele nem se tenha apercebido da situação.
Uma pessoa nestas situações, fica sempre sem reacção. Eu pelo menos. Chamo ou não a polícia? Não é normal este tipo de comportamento dos meus vizinhos, mas foi uma cena tão violenta, que sinceramente era o que me apetecia fazer, especialmente quando a criança começa a gritar "Pára!" para a própria mãe. Já tinha ouvido uns gritos da mãe e das miúdas, mas nunca tinha chegado a este ponto. Começo a pensar, que raio de mãe faz isto, por muito que esteja de cabeça perdida?... Como é que estas duas miúdas não ficarão afectadas com este comportamento de alguém a quem chamam Mãe? Não será saudável viver com este tipo de ambiente familiar. Infelizmente, não será a primeira nem a última mãe a fazê-lo. 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

These boots....

Está oficialmente aberta a época do frio. Cá em casa já começa a ficar aquele ambiente próximo do Alasca. Isto tudo para dizer que ena ena, já posso calçar botas!!! Vi umas muito giras no Facebook de uma amiga, mas quando vi o preço morri um pouco por dentro.... São só 180 euros, o que é isso senhores? Nada né? Sigh... Pode ser que existam umas parecidas na Seaside ou na feira... :P



Snif....



"Who's that girl?"

A Bubbles andava há uns tempos a dizer para eu ver a "New Girl" ou em português, "Jess e os rapazes". Como andava numa de acabar de ver o Dexter e outras, nunca mais me lembrei desta série. Até que a Bubbles voltou a insistir... E eu lá pus a gravar a série na FOX... E nunca mais me lembrei. Até que há uns dias, andava a ver o que tinha aqui gravado na box e vi que tinha lá a série inteirinha para ver. Escusado será dizer que me apaixonei nos primeiríssimos minutos pela Jess, interpretada pela Zooe Deschanel. Basicamente, ela é o supra-sumo da vergonha alheia, de deixar os outros em situações bastante desconfortáveis. É uma personagem absolutamente deliciosa, que ganha pontos a cada episódio que passa. É sempre refrescante ver uma série que se destaca por ser diferente e não mais do mesmo! Só uma crítica negativa: no primeiro episódio aparece o Damon Wayans Jr., fiquei logo toda contente, porque gosto muito do trabalho deste senhor (cof... cof...), mas diz que apareceu mesmo só para o episódio piloto. Uma pena...

Damon Wayans Jr

Este grande artista faz a série "Happy Endings" ou em português, "Tudo acaba bem", que também dá na FOX e é uma sitcom mesmo muito gira e igualmente diferente, com seis personagens hilariantes! Aconselho!

São destas sitcoms levezinhas que a malta precisa!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Sinal do apocalipse

Adormecer a ver o Pulp Fiction...

sábado, 13 de outubro de 2012

Scumbag baby


O rapaz é um pequeno relógio. De 4 em 4 horas, lá acorda ele durante a noite, para ser alimentado. Já chegámos a ter que o acordar para comer! O pior é voltar a adormecer. Parece que lhe demos um cafézinho coooooooom leite e vamos embora a ficar de olho bem aberto para a rambóia das 4 da manhã. Quando está a mamar, dorme profundamente, mas quando o pousamos para dormir, é o sinal de alerta para ter um ataque de adrenalina.... Scumbag baby... Mesmo assim, não nos podemos queixar, regra geral, até que nem dá más noites, conseguimos dormir na loucura, umas 4 horinhas seguidas. O que dá cabo de nós é a birra para dormir. Está podre de sono, mas mesmo assim não dá parte fraca... Berra a plenos pulmões e mexe, remexe.... Os meus vizinhos de baixo dizem que não o ouvem... Não sei se estão a ser simpáticos ou se dormem que nem pedras. De qualquer forma, não se pode fazer nada! Haja paciência.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Parenting

No dia que chegámos a casa, liguei o rádio na Super FM e estas foram as primeiras músicas que o meu baby ouviu (por esta ordem):








De pequenino... ;)





segunda-feira, 1 de outubro de 2012

já lá vão 12 anos desta linda amizade

É muito bom recordar a evolução desta amizade. 
Há 12 anos que nos conhecemos, a primeira pessoa com quem falei na faculdade foi com a Panuci e desde então nunca mais nos perdemos de vista! Após terminarmos o nosso curso conseguimos manter uma amizade sólida e já lá vão 8 anos. 
Passámos por muitas coisas juntas, momentos muito bons, muito divertidos, menos bons e até horríveis.   
No ano passado "casámos" a nossa piquena e agora vimos a nossa "família" aumentar, é um orgulho ter estas 2 miúdas na minha vida e acompanhar bem de perto as suas vidas e evolução. 

ADORO-VOS miúdas!!!


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Pré.

Aqui fica o último post como Panuci pré-mamã.

Amanhã é o dia marcado para a indução do parto, às 41 semanas e 1 dia, visto que o rapaz está confortavelmente instalado no seu T0. O dia foi passado com tranquilidade, a preparar as coisas para levar amanhã e para o regresso dentro de 3 dias sensivelmente. Ao cair da noite, o nervoso miudinho apoderou-se de mim, mas diz que faz parte. Quem me conhece sabe bem que sofro muito por antecipação, mas desta feita tenho estado tranquila ao máximo, porque agora não sou só eu que sofro não é verdade? 
Tudo a postos para a chegada do pequeno pirralhinho. 

E para estragá-lo com mimos claro...



Volto daqui a uns tempos.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Bitch please...

Isto é o que eu faço quando vou às compras e não me apetece subir ao 4º andar duas vezes... 

Com a gravidez, deixei de o fazer, obviamente, mas os senhores do Continente são apologistas de fazer a mesma coisa! É a escolha acertada, diria eu! 


Fonte: 9gag.com

Chuva significa..........

Quando começam a ficar os fins de semana mais toscos, com chuva e mais frio, desce a pasteleira que há em mim. Ontem não foi excepção, até porque foi o primeiro domingo desde há muito tempo estava murchinho e já condicente com o Outono que entretanto já chegou. Vai daí, fui à despensa, que ainda não está preparada para estas minhas fúrias pasteleiras e só consegui sacar uma lata de leite condensado. Pumba, bolo de leite condensado. Ficou um miminho! Marchou ao lanche e à ceia, já com um cházinho. Para os interessados, aqui fica a receita muito fácil de fazer (Bimby):

Ingredientes:
5 ovos
1 lata de leite condensado
100 gr farinha
1 c chá fermento em pó
Açúcar em pó para decorar

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180º
Retire a "borboleta", junte o leite condensado, as gemas e programe 15 seg/vel 3.
Adicione a farinha, o fermento e misture 10 seg/ vel 3.
Adicione as claras e programe 20 seg/vel 3.
Coloque o preparado numa forma previamente untada e polvilhada.
Leve ao forno cerca de 30 minutos.
Sirva decorado com açúcar em pó.

Tirei esta receita deste blog que tem coisas maravilhosas: A BimBy e Eu!!

Entretanto, queria fazer uma quiche para o jantar, mas não tinha massa quebrada... Experimentei fazer pela primeira vez na Bimby e ficou muito boa! 

Bimby, essa invenção do catano!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

Ontem à noite vínhamos a ouvir a Super FM e depois do "Angel Song" dos Silence Four, apareceu esta pérola:


Já não a ouvia na boa há uns 10 anos e ainda sabia quase quase a letra toda. Sabe bem apanhar estas músicas dos anos 90, fica um quentinho no coraçon.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Shelp!

Hoje fomos ao que será o último repasto de sushi antes do miúdo nascer. Fomos com a Suzz e o bf ao Arigato no Campo Pequeno e sim, está mais do que aprovado! Comi coisas de-li-ci-o-sas que nunca tinha comido e sai de lá a abarrotar, o que também é normal quando vou a um japonês, verdade seja dita...  cof cof...
Mas desta feita, tal como aconteceu com o Sushi Fashion, saí de lá muito satisfeita mesmo, aquela frescura do peixe é a que marca a diferença de um bom japonês. A repetir, sem dúvida nenhuma!

BUBBLES e NONINHAS, o próximo jantar será neste restaurante sim!?

E aqui ficam umas imagens para salivar:




Estes últimos de salmãozinho são pornograficamente bons...



Karma is a bitch

Anónimos ou não, atrás de um ecrã e tendo com arma o teclado, todos somos uns heróis. Dizemos e ofendemos quem queremos, desejamos mal, somos capazes do pior, mas sempre escondidos atrás do ecrã. A tecnologia avançou, mas a mente humana parece que regride. Atrás do ecrã somos seres acéfalos, onde pensamos que ganhamos o dom da palavra e vamos por ali fora, sem qualquer tipo de racionalidade. Vale tudo.

Ao ler este texto da Pipoca Mais Doce percebi que, infelizmente, e como ela bem refere, existem mesmo aquelas pessoas horríveis das novelas, que só gostam de destilar veneno e ferir os outros, só porque sim, sem razão ou motivo aparente. Dá-lhes gozo! Por exemplo, desejar a morte a uma criança? Pergunto-me qual será a motivação de uma pessoa para dizer uma atrocidade destas. É uma pessoa doente mentalmente? Frustrada? De mal com a vida? Ou isto tudo junto diria eu... Porquê?... Essa própria pessoa não tem filhos ou crianças na família que ama? Sinceramente, para além de achar uma cobardia no seu nível mais extremo, acho que essas pessoas nunca chegam a ter coragem de conseguir proferir metade das palavras que escrevem, se tivessem que enfrentar os visados. A internet trouxe-nos um mundo infindável de tudo e mais alguma coisa, mas também abriu caminho para que este tipo de gente, sem dois dedos de testa, se galvanizem, como se fossem os donos do mundo e da verdade. São uns tristes. E o melhor mesmo, é fazer como a Pipoca: ignorar. Que sejam felizes assim.

E sim, "what goes around comes around".

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Panuci na praia

Não gosto nada de dar nas vistas, quem me conhece sabe bem, e este ano ir à praia foi qualquer coisa... Diz quem sabe (e mesmo quem não sabe), que tenho uma barriga gigantesca. Confere. Ora, ir à praia, de bikini, com uma barriga do caos é coisa para toda a gente ficar a olhar, sem qualquer tipo de pudor. Como se fosse uma aberração ou então uma baleia que deu à costa. E não estou assim tão gorda, tenho mesmo é uma barriga que nunca mais acaba.... Toda a gente me diz para não ligar, mas é mais forte que eu, incomoda-me imenso que estejam a olhar para mim. E depois penso: se um dia ficasse famosa acho que dava em maluca e fazia exactamente como o Zé Maria, enrolava-me numa toalha, pegava em dois gatos e atirava-me ao Tejo. Zé, estou contigo.

9 meses...... AAAAAAAAHHHHHHHHHH

E ao dia de hoje, faço as tão esperadas 38 semanas.... O rapaz já está no ponto, já pode ter existência própria, por isso é bom que se despache por um sem número de razões:

  • Já são muito poucas as coisas que me servem e sinceramente não me interessa porque eu quero mesmo é estar confortável e não me sentir apertada com nada;
  • Só uso havaianas basicamente, já não me apetece calçar mais nada e além disso já nada me serve... É bom que os pézinhos voltem ao seu 37 habitual;
  • Já estou farta de ter que lavar a fruta durante meia hora, só para ter a certeza que está bem lavada e mais não sei quê;
  • Irritam-me os olhares constantes, como se eu fosse a última aberração do circo que chegou à cidade;
  • Já estou cansada de estar sempre a dizer o mesmo a todas as pessoas que me perguntam se está quase; optei pela frase "Pode ser a qualquer momento, pode ser já até!", o que me dá gozo porque as pessoas ou ficam muito sérias e em pânico, ou acham muita graça e já não fazem grandes perguntas e lançam o sempre auspicioso "Uma hora pequenina!". Também já ouvi "Força!", ao que respondi, "pois, vou ter que fazer muita....";
  • Passar a ferro é o caos, porque tem que ser feito sentada, o que se traduz ou em suor por todos os poros e por sítios que pensava que não se podia suar, ou então numa queimadura bem catita com o vapor do ferro...;
  • Não poder dormir de barriga para cima, nem barriga para baixo, acordar com dores horríveis na anca, virar ao contrário e ficar com azia... O pesadelo de tentar dormir e não conseguir. Quase que anseio pela chegada do miúdo para pelo menos conseguir dormir uns minutos sem estas maleitas...;
  • E SIM, já tenho a mala feita. Jesus...

Enfim. Espero com grande ansiedade pela chegada do pequeno e penso que todas estas coisas chatas valem a pena, porque sei que vou esquecer tudo assim que o vir! Super lame I know, mas já não vejo a hora de ver a sua carinha! 

Ca nerves m'lheres

Há 2 anúncios de rádio que me deixam de cabelos em pé e cheia da nerves: 

1. Stop Piolhos - onde ouvimos uma criancinha dizer que apanhou piolhos e a professora a mandou para casa para acabar com tais bicharocos. Tal mãe altamente armada e preparada para lidar com tal guerra  opta por técnicas super sofisticadas e infalíveis: sufoca os piolhos e, como se isso não bastasse, ainda provoca uma valente explosão para garantir que acaba de vez com esta praga. Será mesmo preciso por uma criança a falar em tamanhas atrocidades? No meu tempo os piolhos eram exterminados através da técnica do pente + 2 dedos e, se caso disso, com uma lavagem com o famoso quitoso. Alguns colegas meus foram mais à frente, optaram por um corte de cabelo radical e pimbas! A sério que não percebo estes anúncios.


2. Passatempo regresso às aulas do Continente com o Boss AC - Oh meu deus mas porquê??? O anuncio de rádio do regresso às aulas do Continente com o passatempo Boss AC onde ouvimos uma cana rachada a tentar cantar é do PIOR que já se ouviu. Irrita-me tanto, tanto mas tanto que me deixa cheia de azia o resto do dia e de cabelos em pé. 

Por sorte vossa não encontrei o dito anúncio para colocar aqui. Mas basta ouvirem um pedacito de rádio e irão facilmente perceber. 

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Chez Panuci

Estou em casa de baixa desde dia 13 de agosto e vendo bem as coisas, todos os dias há qualquer coisinha para fazer... Roupa, comida, limpezas, médico, compras, orientar as coisas do bebé, etc. Pensava eu que não, mas como faço tudo muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito devagar, porque já me canso só de dar 3 passos, tenho sempre qualquer coisa "pendurada" para fazer. Quando estou com vontade de fazer um potato coach day, vejo tudo e mais alguma coisa na televisão. E não é por ter uma catrefada de canais que se vêem coisas de jeito. Não não meus senhores... De manhã dou por mim a ver a Querida Júlia e achar um piadão à Júlia Pinheiro e às coisas que ela vai para lá dizendo. Depois de almoço é tudo muito fraquinho, por isso agarro-me ao que houver, sejam repetições da Anatomia de Grey, seja o Dr. Oz ou a minha nova paixão, o Encantador de Cães. Aquele homem é um génio, não tinha noção. Tudo o que seja programa de bolos também marcha, claro! De comida também, mas depende da hora, porque se é perto do almoço ou jantar, não vai dar, parece que não como há três quinze dias e depois ainda tenho que ir para a cozinha.... Nah. Agora, se há coisinha que eu não suporto ver é o Dr. Phill. Pela vossa saúdinha, preferia ver uma novela mexicana ou uma da TVI, qualquer dia da semana. Depois há o TLC, esse canal em verdadeira expansão. Ou vejo programas de noivas a experimentarem vestidos, ou programas de noivas pobres e ricas, ou programas de damas de honor das noivas, ou então mulheres que não sabiam que estavam grávidas. Aguardo ansiosamente pelo programa das noivas ciganas.... Esse sim, promete! Bem, isto tudo para dizer que sinto que o meu Q.I. está a descer de dia para dia e temo que o meu cérebro não recupere de meses de visionamento deste tipo de programas. Felizmente não tenho o Entertainment!... Ou infelizmente. Tenho saudades das overdoses de Kardashians e dos programas a dizer mal das roupas destes e daqueles.

Bem, agora vou continuar a ver o Jersey Shore.

domingo, 19 de agosto de 2012

Not that there's anything wrong with that

Há um senhor que mora no prédio em frente e que tem um pequeno quintalinho com três cadelas. Esse senhor gosta de andar por casa só em cuecas e por cuecas leia-se slip. Também gosta de vir regar todas as suas plantas com phones nos ouvidos e cantar aos altos berros Britney Spears, Gloria Gaynor, Withney Houston, Maddona e semelhantes. O senhor tem voz de trovão e canta em plenos pulmões, ecoando por todos os pátios, quintais e casas que tenham a infelicidade de ter as suas janelas abertas. Este senhor brindou-nos, no primeiro fim de semana na nossa casa (já lá vão 2 anos), com o CD completo de Britney Spears. Na minha inocência, pensei que fosse ou uma adolescente com tendências musicais estranhas e "vintage" ou uma trintona a reviver os loucos anos em que a dita cantora estava na berra. Mas não, era esta ave rara que ilumina muitas das nossas tardes de fim de semana! Aqui fica o repertório de hoje:






Numa outra bela tarde de domingo, cantou esta umas 10 vezes seguidas:


Não querendo ser preconceituosa, tenho uma leve sensação que ele possa ser gay.... Isso e viver com outro homem que também anda de slip lá por casa. Mas é só uma sensação... :P

sábado, 28 de julho de 2012

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Falta d'ar

Tantos anos depois de criar o nome para este blog, é que eu percebo o verdadeiro significado da expressão na pele. Não é agradável senhores, deixem-me que vos diga. Já ando com falta de ar há uns tempos, devido à gravidez, mas hoje, presumo que por um conjunto de vários factores, sendo eles o calor, o almoço e ter dormido só 3 horinhas, que se tornou um pocachinho insuportável. Abalei do trabalho por volta das 17h, já não estava a aguentar. Já em casa, deitei-me e depois de repousar duas horinhas, fiquei um pouco melhor. É uma sensação bué fatela man.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Flagelos da sociedade II

As filas de supermercado.

Eu sou uma gente que vai muito a supermercados, que sou. Já fui mais, desde que descobri o mundo maravilhoso do Continente online, mas continuo a ser freguesa no local, porque sou uma pessoa que gosta de escolher a sua fruta e o seu vegetal. Há várias fobias nas filas:

1. Irmão siamês

Não, eu não vos quero sentir a escassos centímetros de mim, bem coladinhos, ali no conforto que é a fila de espera de um supermercado. Sentir o bafo de um estranho no meu pescoço, a não ser que seja o David Fonseca ou um Johnny Depp desta vida, não quero obrigada. Qual é a fobia desta gente que se cola à pessoa da frente na fila? Pensam que vão chegar mais depressa lá à frente? Pensam que a pessoa da frente se vai descuidar a qualquer momento e PIMBAS, já lhe conseguirem passar à frente? Porquê? Vou começar a levar um perfume pacholi e borrifar-me toda com aquilo, pode ser que resulte. 


2. Tapete rolante

Basta dar um cheirinho, ou seja, deixar um bocadinho que seja de tapete à vista, depois de colocarmos o nosso último item que a alminha que está atrás já tem nos braços, quase os 500 itens do carrinho para despejar em cima do tapete, mesmo que só lá caiba um pacotinho de esparguete. E mais: ainda empurram as nossas coisas, assim como não quer a coisa. Qual é o objectivo? Continuo sem entender também.

3.  Anjo protector

Quando estamos a arrumar as coisas nos sacos e ainda nem sequer pagámos, já está a alminha ali ao nosso colo, benzádeus, qual anjo a proteger-nos as costas. Juro que qualquer dia pergunto se me quer pagar a conta ou se quer carregar os meus sacos até ao carro. 

Fonte: Google

Flagelos da sociedade I

Gajas que têm o passe na carteira (e quando digo carteira, é carteira mesmo, não é carteira as in mala...), que tentam desesperadamente passar nos torniquetes do metro e que nos fazem perder tempo à espera que as constantes batidas na máquina façam com que a dita consiga ler o passe através de quilos e quilos de porcaria que têm lá dentro: TIREM A PORCARIA DO PASSE DA CARTEIRA E PASSEM-NOS COMO AS PESSOAS NORMAIS. É tão simples.

Acho que hoje senti um cabelo meu a ficar branco enquanto uma destas estava à minha frente.
Juro.
Fonte: google

Esperança, essa cadela

«Draw me like i'm one of your french girls....»


Esperança, a cadela alentejana, linda de pelo sedoso, doce como mel, louca com um tornado desvairado, é a bicha mais linda de Évora e arredores! Uma doçura, completamente mariquinhas, só quer festas e miminhos! Não sabemos a origem dela, mas eu diria que veio de um cruzamento qualquer entre uma raposa e um rafeirito de rua, que se perderam de amores um pelo outro, nascendo daí esta canita linda, com uma cauda de raposa esplendorosa! É a perdição da avó Angélica e o nosso amor alentejano.

Consenso

Inês sempre foi o nome escolhido, tanto para mim como para ele e quando nos disseram, aos 3 meses, que poderia ser uma menina, nem sequer pensámos em mais nome nenhum, porque no fundo, já estava escolhido. Por um lado fiquei aliviada porque se fosse menino havia de ser um problema cabeludo, por outro lado fiquei um bocadinho triste porque eu queria mesmo era um menino! Quando nos disseram, na ecografia a seguir, que era um menino (e pedimos que nos dessem a certeza absoluta desta vez!), juntamente com a alegria desmesurada dos dois, veio a dúvida. Então e o nome... Chegámos à conclusão de 3 nomes: Miguel, Vasco e Francisco. Pareceu-nos uma boa shortlist. Miguel foi o primeiro a cair e aí restaram os outros dois. Eu desisti de Francisco e ele desistiu de Vasco e não conseguíamos chegar a nenhuma conclusão durante semaaaaaanaaaaaassssss. Ninguém cedia. De Inês passou a ser "o bebé", porque os ranhosos dos pais ainda não tinham decidido o nome. E a pressão, oh meu Deus a pressão. Todos os dias havia uma alminha que se lembrava de perguntar se já tínhamos escolhido um nome e nem as respostas tortas do género "Quando decidirmos avisamos 'tá??......" deram grande resultado. Cada um de nós agarrou-se ao "seu" nome com unhas e dentes e sabendo à partida que ninguém ia ceder, tivemos que pensar num outro nome que fosse do agrado dos dois. Depois há sempre os palpites daqui e dali: ai odeio Francisco, ai odeio Vasco, ai põe este que é tão lindo, ai põe aquele porque coiso, olha não ponham este porque faz lembrar fulano and so on. Os nomes hão-de sempre fazer-nos lembrar de alguém bom ou mau nas nossas vidas, mas sou da opinião que não nos devemos agarrar a isso, porque se gostarmos realmente de um nome, esse nome vai ser o do vosso filho e não daquela outra pessoa que conhecem ou conheceram. Passa a ter todo outro significado. Penso eu de que! Posto isto, pusemos a cabecinha a funcionar e heis que surge: Diogo. Nome que os dois gostamos e que chegámos à brilhante conclusão quer seria uma boa escolha para o nosso pequeno! Mais do que os 4 meses de enjoos constantes (leia-se diários...), azias e afins, acho que esta foi a parte mais complicada da gravidez até agora, a de escolher um nome... Nunca pensei. Espero que parir seja uma tarefa menos complicada que esta. Por certo que não irá durar semanas a fio...

domingo, 1 de julho de 2012

O diabo em forma de bolo

Abriu uma Padaria Portuguesa no meu rico bairro da Graça e que grande alegria que me proporciona saber que tenho o melhor pão de Deus do mundo, aqui tão perto. São estupida e pornograficamente deliciosos e não dá para resistir. Conheci-os apenas há umas semanas e ainda bem que assim foi, porque senão já tinha ganho mais uns quilinhos na gravidez.... cof cof....


Fonte: Facebook d'A Padaria Portuguesa

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Salão Neurótico

Há uma página no Facebook chamada Salão Neurótico que é uma moca brutal! É onde qualquer um pode postar imagens completamente absurdas, que podem querer dizer um nome conhecido ou uma expressão. Há umas mesmo muito boas. Partilho aqui algumas que me fizeram soltar valentes gargalhadas:


Não passa cavaco a ninguém:


Fugir a sete pés:


Flipper vai com Deus:



O queque a Baiana tem:



Hulk na mata engorda:




E por aí fora... Humor non-sense é do melhor que há! Se tiverem Facebook, dêem uma vista de olhos. Se não tiverem.... epah... é isso.


quarta-feira, 20 de junho de 2012

E dura e dura e dura.............

Ok.... Confesso que vejo a novela Rosa Fogo. Começou como sendo uma curiosidade, por ter uma colega da escola que entra como actriz e pronto, um, dois, três episódios e fiquei apanhada. Malditos sejam. E deixei-me ir, mesmo com o outro cá em casa a chamar-me bimba e sopeira! Mas tantos meses depois, começa a arte do engonhaço e sinceramente já estou farta. Nunca mais acaba, só embrulha e agora deram numa de dar só 20 a 30 minutos diários, sendo que os 10 primeiros são cenas do episódio anterior. Give me a break... Serve de lição. A última que tinha visto tinha sido a Vingança, que adorei, mas por ser um engonhanço, o final é sempre uma grande seca. Escrevo em protesto porque estou neste momento a ver e estou ansiosa que acabe para ir ver mais um episódio do Dexter :P

Nunca digas nunca


Bonito.

No fun....

Já disse às minhas queridas companheiras bloguistas que aquela música "We are young" dos Fun é das piores coisinhas que se fizeram nos últimos tempos. Portanto, no hard feelings, né? Agora, quando se junta uma música má e óbvia a um vídeoclip ainda mais a puxar para o "been there done that" oh meus amigos... Haja dó. Vi o vídeo porque queria perceber quem eram, porque para criticar uma coisa, há que também ter uma mente aberta certo? Ainda bem que vi. Mas pronto, diz que têm muito sucesso e que assim seja, não lhes desejo mal nenhum! Não consigo é compreender como é que músicas destas conseguem chegar ao topo, músicas desprovidas de tudo e mais alguma coisa. Faz-me "espéce". 

domingo, 17 de junho de 2012

Anatomia do drama

Gosto muito de ver a Anatomia de Grey, vi todos os episódios seguidinhos e estou quase a acabar esta última série. Mas há uma coisa que me irrita profundamente e já me começa a chatear... Há uma tendência demasiado elevada para matar personagens neste série, quer sejam principais ou secundárias. Um exemplo é de um episódio que vi ontem e nem queria acreditar: um casal de velhotes, que está prestes a fazer 50 anos de casados, vai parar ao hospital porque o homem teve um pequeno ataque cardíaco e daí foi detectada outra coisa qualquer, tendo que ser operado de imediato. A Teddy faz tudo para o salvar e consegue! "Lindo!" Pensei eu.... E depois quem morre é a velhota... Só porque sim. Dafuq?!? Porquê??? Há sempre uma desgraça qualquer naquele hospital, há sempre dramalhões que já não se aguentam. Começa a ser um bocadinho saturante. Ontem fiz uma pausa na minha maratona do Dexter, porque me estava a apetecer ver uma coisa mais leve. Se soubesse tinha continuado a ver o psicopata do Dexter, sempre é mais leve do que estar a aturar drama atrás de drama da Anatomia de Grey. 
Acho que no finalzinho desta série, não deve haver nenhuma personagem principal que sobreviva, acho que vão morrer todos em câmara lenta, numa qualquer explosão nuclear ou coisa que o valha. Jesus...

sábado, 16 de junho de 2012

And now for something completely different

Isto está tão hilariante que não consigo parar de rir.... Tal é a estupidez!!!



Mas quem é que se lembra de fazer isto?!? AHAHAHA

sexta-feira, 15 de junho de 2012

O diabo a nove

Esta semana, como é da praxe, meti férias. Geralmente é para curtir a semana dos feriados e do Santo António ao máximo, sem estar preocupada com o ter que ir trabalhar ainda de ressaca. Mal eu sabia que iria ficar em casa na noite mais fixe do ano, a fazer de babysitter ao meu sobrinho e ao meu irmão. Sem o maridão cá, decidi não me aventurar com esta barrigona por essas ruas e ruelas cheias de gente doida. Com muita pena minha, fiquei em casa e vi as novas de Santo António, onde por acaso os meus primos se casaram e mais tarde, vi o desfile das marchas populares. Quanto ao casamento e pelo facto de estar muito sensível nestes últimos dias, chorei baba e ranho tal era a emoção. Apetecia-me chorar também muitas vezes pelas barbaridades que Serenelas e afins cuspiam daquelas bocas para fora, mas faz parte não é verdade? Passado o casamento, chegou a parte em que chegam os dois piolhos cá a casa. Um de dois anos, que está a maior peste e um de 11 anos, que foi a minha salvação. Ajudou-me imenso com o caçula, meu querido maninho :)

Ver as marchas é sinónimo de ver umas quantas caras conhecidas na televisão. Conheço alguns marchantes,  mas a marchante mais importante de todas é a minha irmã! Todos os anos a apoio neste paixão que é a dela e vejo-a sempre religiosamente, seja ao vivo na avenida, seja momentos antes da saída deles para o autocarro, para lhe desejar muita merda, seja na televisão. Este ano só a vi na televisão e o nervoso miudinho é sempre o mesmo, ansiosa para que lhes corra tudo bem! E correu. A mana, linda como sempre, lá me entrou pela sala dentro, com a genica e o sorriso mais maravilhoso que tão bem a caracterizam!

Acabadas as marchas e o gelado que sobrou do jantar que a Noninhas já falou, eu e o mano fomos dormir já passava das 2h da manhã. E depois, alguém que só adormeceu à meia noite e meia, acordou à bela hora das sete e quinze da MADRUGADA. Muitas voltas na cama, alguns beijinhos depois e alguns "Tia.....", lá me rendi e fui fazer o pequeno-almoço ao pequeno. Tem tanto de reguila como tem de meiguinho! É um doce.

Entre consultas, babysitting, compras e por a casa em ordem, ontem e hoje foi o anhanço total e completo. Precisava mesmo mesmo de descansar. Consegui papar a terceira série do Dexter num ápice e ainda mordisquei umas Anatomias de Grey. E finalmente comecei a ler o famoso "Os Homens que Odeiam as Mulheres". 

Foi uma boa semana, apesar do lufa-lufa.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Shake it out

Estava a ouvir isto e o puto desata aos saltos:




É assim mesmo!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Noite Santo António

A noite ontem foi de grande animação e agitação em Lisboa, e óbvio que nós não podíamos deixar escapar esta oportunidade para passarmos um tempinho juntas. Assim foi, a convite da Panuci, lá fomos comer e beber para a sua maison, foi um jantar bem tradicional de... pizza. Apesar de rápido foi saboroso e com uma companhia fantástica! 

foto: sxc.hu

Ainda houve tempo para ir até ao Villaret assistir a mais um fantástico espectáculo de comédia improvisada - Os Instantâneos


E assim se passou mais uma noite de Santo António... curtinha porque hoje há trabalho para alguns

domingo, 10 de junho de 2012

Ok, respira..........

...........porque percebi agora que entrei no terceiro trimestre...

Já?!!??!

Vi aqui que às 25 semanas, se entra no terceiro trimestre e sinceramente nem tinha percebido que assim o era. Também é possível que o miúdo já tenha dado a volta, mas não faço ideia. Desconfio que sim, mas logo se saberá na próxima eco. Espero bem que sim.

É assustador a rapidez com que isto tudo está a acontecer e às vezes ainda me custa a acreditar que em Setembro passamos de dois a três. 

O melhor mesmo é ir estender a roupa.

2 anos


Faz hoje dois anos o nosso príncipezinho!
E o melhor de tudo mesmo, é ele chegar ao fim do dia e vir a correr para mim e aninhar-se no meu colo! Derreti...

terça-feira, 5 de junho de 2012

Parabéns à minha pessoa!

foto: sxc.hu

É verdade ontem comemorei 30 primaveras e sinto-me muito feliz. 

Este foi um fim de semana diferente mas muito marcante. Ele meteu trabalho, diversão, concertos, festivais, cerveja, casamento, praia, piscina, algarve, clientes, compras, sandes, coca-cola, aniversário, golfinhos, roda gigante, família, amigos e muita alegria e felicidade!

Este fim de semana fantástico começou com um dos momentos mais inesperados mas muito feliz para a família. Depois foi tempo de ir dançar e pular, com a energia que ainda me restava, ao som de Ivete e Marron5. 
Adam Levine & Ivete (Ivete com as sandálias que lhe emprestei)
fotos: blitz

O sábado começou a trabalhar, mas terminou com um presente de aniversário antecipado - Rock in Rio.
Foi a primeira vez que vi Bryan Adams e o magnífico Stevie Wonder ao vivo e ADOREI. Obrigada Bubbles e Panuci pelo presente :-)


fotos: blitz

No Domingo rumei até aos algarves para uns mergulhos e muita brincadeira. O dia 04/06 (o mais maravilhoso do ano) foi passado entre golfinhos e leões marinhos na melhor companhia <3

foto: sxc.hu

O dia terminou em beleza com o bolo de aniversário e soprar as velas e com um por do sol fantástico e uma lua mais maravilhosa ainda

sábado, 2 de junho de 2012

Millennium 01

Como várias vezes na vida (muitas vá), eu e a Child of the 90's estamos em sintonia mais uma vez, desta feita em termos literários. Vou começar a ler o mesmo livro que ela começou a ler há 2 dias, por pura coincidência:


Ela como é louca, já está acabar este livro de 539 páginas, por isso acredito piamente que enquanto leio este, ela leia toda a trilogia. Vamos lá ver se é mesmo assim tão bom como o pintam.

Bom dia alegria!

Hoje dormi com a televisão ligada no VH1 e vai daí que acordei com esta sequência maravilhosa:






Foi o suficiente para acordar mesmo muito bem disposta!