domingo, 3 de fevereiro de 2013

Odisseia (mas agora a minha) - parte III

O senhor lesado pela minha pessoa já entrou em contacto comigo. Foi super simpático e muito sério, diz que só quer que lhe pague quando tiver a factura do espelho na mão e que não é necessário pagar mão-de-obra, porque ele próprio instalará o mesmo, porque é uma coisa muito simples, segundo ele. A sério, ainda há pessoas honestas nesta vida. Há muitas pessoas que se aproveitam do facto de alguma coisa estar estragada, para meter mais um cheirinho na conta e já agora, arranjar mais qualquer coisinha. Não foi o caso. O senhor é extremamente amável e fartou-se de me elogiar por ter deixado lá o meu contacto, diz que tive (palavras suas), "um gesto muito delicado". Eu depois pus-me a pensar... Eu fiz o que é suposto uma pessoa normal fazer, mas pelas reacções que tive de toda a gente, sem excepção, parece que fiz assim uma coisa extraordinária, nunca antes vista, quando no fundo é isto que se pede a uma pessoa que vive em sociedade. As pessoas estranham que ainda existam aves raras que se preocupem com os outros e que saibam viver em sociedade e isso deixa-me triste. O umbigo de cada um é que interessa e os outros que se lixem. O que importa aqui é que comportamento gera comportamento e eu só obtive simpatia do lado deste senhor, que até desabafou comigo que estava um bocadinho doente e por isso é que não me tinha ligado logo. Lá disse que já tinha os resultados do hospital e que felizmente não era nada de grave. E ainda bem!

4 comentários:

Suz disse...

http://www.tafixe.com/2012/11/22/videos/curiosidades/meirelles-o-policia-que-acredita-que-gentileza-gera-gentileza.php

Panuci disse...

Já conhecia. Adoro!

Child of The 90's disse...

É uma tristeza, realmente... Até aposto que quem, no dia a dia, não faz o que, como dizes, é SUPOSTO, não se inibe nem só por um momento de criticar a corrupção que existe neste país...

The irony....

Panuci disse...

Desses não faltam por aí!