segunda-feira, 7 de julho de 2008

Mais um vazio

O meu Domingo acabou mal. Vou eu lampeira a caminho do Freeport, quando na Ponte Vasco da Gama se acende a luz da temperatura do meu carro. Encostei para a direita na esperança de ainda chegar à Galp, para pôr água no radiador. De repente o carro vai abaixo e estou a andar a 120km em ponto morto pela ponte. Resolvo parar o carro, para o pôr de novo a trabalhar e pronto! Não trabalhou mais... Não pegou, não se mexeu nem mais um cm!
Em plena ponte, vento, velocidade e um fim de tarde nada aliciante. Aparece o reboque da gestiponte, que me leva a mim e ao carro até à Galp. Prognóstico meramente especulativo: correia da distribuição.

Passado umas horas, o carro estava em Lisboa já levado pelo reboque da companhia de seguros. Passado umas horas, um telefonema, para mim que segui para a tarefa previamente assinalada: compras. Do outro lado uma voz "não faças muitas compras, porque as noticias não são animadoras!". Começou a falta d'ar... A voz do outro lado continuou "foi o motor! não há nada a fazer..." Falta d'ar, desorientação, lágrimas, muita tristeza. O meu carro morreu, e morreu-me nos braços!!!

Perdi a vontade de fazer o que quer que fosse, regressei a casa a pensar numa solução...que só podia ser uma, comprar um carro...

A tristeza invadia-me, chorava, chorava... foi o meu primeiro carro, era o carro do meu pai, é o meu carro, o meu carro, era... Que triste fim de Domingo o meu...

6 comentários:

Suz disse...

Oh miss Bubbles, lamento muito :(

Comprendo perfeitamente o apego ao primeiro carro, e o facto de ficar apeada :S

Bjinhos ***

Panuci disse...

Oh fofinha, pronto já passou... Deu-nos muitas alegrias esse bólide! Ficam as boas recordações e que venha um que nos traga tantas ou ainda mais emoções! :) P.S.: Não me voltes a chorar ao telefone assim... Fiquei com o coração pequenino, pequenino... AI! :)

Bubbles disse...

Hoje vou tirar tudo o que lá tenho dentro! :( Ele está parado à porta da oficina...ainda havia uma réstia de esperança...

topera disse...

ohhh princesa, é uma cena mesmo muito chata, mas, como tambem sei que es uma mulher de armas, ja andas a tratar de procurar um novo boguinhas, para o pessoal dar umas voltas!!!

Beijinhos princesa!!!!

PrimusBaro disse...

Como homem que sou e como vocês, as meninas, tão bem sabem a afeição que nutrimos pelos nossos "bólides", aceita sinceramente as minhas condolências sentidas, apesar de não nos conhecermos.

Como certas coisas na vida, o primeiro é marcante e o mais sentido de se perder.

Mas com um diagnóstico desses, ou tens uma carteira rechonchuda ou vais-te brevemente familiarizar com os transportes públicos ao fins de semana.

Uma vez mais, os meus sentimentos e um beijo para ajudar a consolar (tudo dentro do maior respeito, ó!!)

Bubbles disse...

Suz, obrigada. Já vou estando menos triste...

Miss topera, obrigada pelo apoio. Já era para te ter ligado, mas olha, foi ficando para depois e pronto...
Claro que a luta continua e ontem já fui ver um carro...vou dando novidades.

Primus, obrigada pelo apoio e pelo beijo de consolo, com muito respeitinho. A carteira não é rechonchuda, e vai ser um ano complicado, mas sem carro não posso ficar...