segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Madeleine


Novas teorias surgiram nestes últimos dias em relação ao caso da Maddie. Depois de tanta tinta corrida sobre este caso e de já estar há uns tempos um pouco esquecido por todos, eis que surgem novos dados, desta vez bizarros e arrepiantes. Dizem que a menina pode ter sido morta no próprio quarto onde se encontrava a dormir... é ou não é muito estranho?? Eu até me arrepio só de pensar que possa ter sido um dos pais a cometer tal atrocidade. As provas mostram que foi encontrado sangue numa das paredes do quarto, sendo que alguém tentou limpar esses vestígios... Esta semana devem também ser conhecidos os resultados das análises feitas à garrafa por onde uma suposta Madeleine bebeu o seu suminho, numa esplanada na Bélgica...
Agora, resta-nos aguardar pelos desenvolvimentos deste caso que nos toca no coração desde o início. Pessoalmente, gostava que a menina aparecesse, viva ou morta, para de uma vez por todas acabar com o sofrimento dos pais, de viverem continuamente na incerteza e na angústia de não saber onde anda a sua menina. É mais suportável viver com a morte do que com a incerteza. Opiniões.

2 comentários:

Bubbles disse...

Este caso sempre me pareceu estranho desde o ínicio. Confesso que nunca critiquei os pais por terem deixado os meninos e a menina no quarto. Não sou mãe, e sei que há diferentes formas de estar e diferentes culturas mesmo no que se refere à maternidade e educação dos filhos.
Sempre disse que quem a tivesse raptado estaria muito perto da polícia, é sempre a forma mais fácil,manter os inimigos perto e quando apareceu o tal Murat, pensei:"É desta! Eu bem disse!", infelizmente não foi. Confesso também, que fui das que pensou, que isto era um desviar de atenções para algo de mau que os pais tivessem feito, mas depois começou a tomar proporções desmedidas e achei que por mais dissimulado que alguém seja, isto é demais...
Gostava muito que a menina aparecesse pois calculo que seja uma angústia tremenda. Viva ou morta, que apareça, era tudo mais fácil. Acho também que mais vale encarar a morte do que a incerteza.

Só tenho pena de uma coisa, que não se dê tanta atenção e não se faça tanto por TANTAS crianças que desaparecem em Portugal. Não quero parecer small minded mas acho que não era preciso ter sido uma menina de outra nacionalidade a desaparecer para se dar atenção a estes casos.
Para além dos desaparecimentos, actualmente em Portugal, por dia 4 crianças são maltratadas, que se pense nisto que se actue, estas podem ainda desaparecer, ser mortas, sabe-se lá o quê...

Piri disse...

Concordo inteiramente com o que vocês disseram, não consigo dizer muito mais sobre este caso, é triste demais e ver fotos e vídeos daquela menina só me angustiam ainda mais...