sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Assunto do Dia

Hoje o Parlamento rejeitou dois projectos-lei do Bloco de Esquerda e dos Verdes sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Lanço aqui "vivas" ao Manuel Alegre, por exemplo, que "desrespeitou" a disciplina de voto do PS. Diz que votou conforme a sua consciência. Que coisa estranha esta a de votar por si e não por um partido (ironia)...

Ontem à noite na Sic, no Jornal da Noite, debatia-se que um casamento tem a ver não só com afecto, mas também com uma dimensão jurídica e patrimonial, ou seja, os direitos e deveres que um casamento exige. Ou seja, tudo isto gira à volta de questões jurídicas que não prevêem um principio de igualdade aos homossexuais. É legal uma união de facto, mas não o casamento....

Uma pessoa sozinha pode adoptar uma criança, mas um casal homossexual não. Não entendo como é que uma família monoparental tem este direito e um casal de homossexuais não... Desde que a criança seja criada num ambiente são e estável, não vejo o problema! Se um casal (homossexual ou não) quer adoptar uma criança, é porque certamente lhe dará todo o seu incondicional amor e tem os meios essencias para a criar devidamente. A homossexualidade não se pega e não se escolhe, a criança não ficará com o "Bicho" entrenhado no sangue...

Sou a favor da liberdade de escolha e sou a favor do casamento entre homossexuais. São duas pessoas que se amam. Acho que isto basta não?

3 comentários:

Bubbles disse...

Concordo inteiramente contigo. sou totalmente a favor do casamento e da adopção por homosexuais. Não percebo o porquê de ainda tanta discriminação, são pessoas como outras quaisquer, apenas amam uma pessoa do mesmo sexo,acto este considerado errado pela sociedade em que vivem! Quanto à adopção, já ouvi dizer muita coisa incluindo que a criança não viverá de acordo com o modelo tradicional de familia, não terá um pai e uma mãe! Mas então e aquelas familias em que o pai bate na mãe, ou a mãe bate na criança, ou o pai bebe, ou a mãe mata a criança, o que seja... a criança está claramente a ser amada (ironia)! É preferível viver assim a ser adoptada por uma familia "anormal"?!

Suz disse...

Live and let live!

Topera disse...

voto:

A FAVOR

Da vida; Do amor; Da liberdade; Do direito; Da dignidade; Do ideal de cada um!!

Just be happy...