quinta-feira, 8 de maio de 2008

Dá que pensar...

Quando se é um peregrino e se vai a pé até Fátima, vai-se pela fé e pelo amor que se tem realmente à religião. O que é curioso é que o tal "Deus" por quem tantas pessoas rezam, está-se nas tintas se as pessoas são ou não devotas e fiéis aos seus princípios religiosos. Caso disso, é o atropelamento de nove peregrinos, que tão calmamente caminhavam, inclusivamente a rezar o terço, ali para os lados de Famalicão, quando foram atropelados. Irónico não?

6 comentários:

Suz disse...

Na minha opinião, Deus não tem nada a ver com aquilo que o pessoal dotado de livre arbítrio resolver fazer.

Entre um jove de 20 anos que às 5 da matina circulava na estrada vindo da Queima do Porto, e um grupo de pessoas que se põe a caminho de Fátima às 5 da matina, se eu fosse Deus encolhia os ombros e dizia "vocês é que sabem..".

Panuci disse...

É caso para se dizer: Que venha o Diabo e escolha! :P

PrimusBaro disse...

Livre albítrio é a desculpa de uns para desculpar outros sem desculpa.
Sempre justificável pelos "insondáveis caminhos do Senhor"...

Religião, esse subterfúgio para a mentes fracas...

Suz disse...

Não discuto religião ou política, se é para mentes fortes ou fracas.

Acho que cada um mete-se naquilo que quiser, desde que não prejudique os outros.

PrimusBaro disse...

Uma humilde opinião e/ou ponto de vista, cara.

Suz disse...

Isso mesmo, opiniões valem o que valem