segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Do Contra

Há um ano foi assim...

Este ano não peço nada até porque em 2008 só concretizei uma coisa e a melhor diga-se de passagem! Estou a viver com o meu mais que tudo e estou FELIZ, MUITO FELIZ!

Num piscar de olhos passou 2008, ano em que se esfriaram amizades e em que se esquentaram outras, conheci uma colega 5 estrelas, que faz-me rir as oitos horas a fio e que é o fio que me segura, conheci e apaixonei-me por Londres, apaixonei-me todos os dias pelo meu fofo, que me deu uma viola (sonho antigo que agora concretizo, o de aprender a tocar), perdi um bocadinho mais a fobia de conduzir (um objectivo quase cumprido!), fiquei a saber que há um dia das enfermeiras paraquedistas (!!!), as semanas passaram a correr de Janeiro a Dezembro, muita coisa se passou, muitas desilusões e muitas alegrias aconteceram, mas no fim, ficam as memórias boas, as más que se lixem, que fiquem lá pra trás!

Para 2009 não peço nada. Não vesti cuecas azuis, não fiz desejos à meia noite, não peguei numa nota e subi para cima de uma cadeira. O que vier é benvindo. Daqui a um ano faz-se o balanço.

4 comentários:

Noninhas disse...

2008 não foi fácil, embora bem menos difícil que 2007.

Vou, também, optar por esquecer os episódios menos bons de 2008 e fazer figas para que em 2009 tudo corra na perfeição!

Também não recorri a nenhuma das tradições do Ano Novo. Foquei-me apenas na passagem desse momento com as 2 pessoas que mais amo.

Quanto a resoluções de Ano Novo... apenas pensei numa:
- perder peso (a eterna resolução de Ano Novo!!!! Todos os anos)

Bubbles disse...

2008 foi sem dúvida um desafio. Um ano cansativo e com coisas boas, coisas más e ainda houve espaço para as péssimas. Algumas alegrias, muitas tristezas. Muitas más decisões, mas com lugar reservado para boas opções.

Quanto à passagem de ano não respeitei nenhuma tradição. À 00h estava a vir da cozinha com dois cafés... Nada de passas, nada de cenas com cuecas, nada de notas e cadeiras... Apenas boa vontade de aceitar o que 2009 me trouxer de bom. Se me trouxer algo mau vou fazer de conta que não estou a ver!

primusbaro disse...

A minha posta...

2008 foi interessante. Muitas expectativas, muita ansiedade, muito que pensei na minha vida e no meu destino, muito satisfeito por ter conhecido a nosso menina (iu nou u).
Um ano não tão bom quanto outros mas não tão mau quanto outros tantos.
Tradições? Passas?! Puá!!! Cuecas? Lavadas... Dinheirinho no bolso? 30 cêntimos...

2009 avizinha-se negro, futuro incerto, com desagradáveis evoluções num horizonte quase visível e não muito distante.

Resoluções de Ano Novo?...
Um dia de cada vez, talvez.
Mas sempre, sempre com uma atitude positiva e um sorriso nos lábios. Bem... pelo menos tentarei!

Suz disse...

2008 conseguiu conquistar o 2º lugar na competição de Pior Ano da Minha Vida (isto so far na dita, claro está).

Por isso, 2009 nasceu com o cu virado para a lua; tem tudo para dar certo!

Quanto às tradições, desde que aprendi a da nota (há 2 anos apenas - o que explica muita coisa!) nunca mais a larguei! :D

Entre uma falta de ar e outra, ainda hei-de fazer o devido balanço no meu tasco :o)

***